quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Beija-Flor é campeã do Carnaval 2008 do Rio de Janeiro

A Beija-Flor de Nilópolis é a bicampeã do Carnaval 2008 do Rio de Janeiro com o enredo "Macapabá: Equinócio Solar, Viagens Fantásticas no Meio do Mundo". Na apuração das notas, ocorrida na tarde desta quarta-feira, a escola teve 399,3 dos 400 pontos possíveis.

Com 398 pontos, a Salgueiro é vice-campeã do Carnaval. A escola contou em seu enredo a história da cidade do Rio de Janeiro, com o enredo "O Rio de Janeiro continua sendo...".
A escola de samba São Clemente foi penalizada com a perda de meio ponto por ter levado ao sambódromo uma mulher nua e caiu para o Grupo de Acesso A.

Campeã

Este é o 11º título da Beija-Flor da escola desde 1932. No ano passado, a escola foi campeã com um enredo sobre a África. Desta vez, foi até Macapá buscar inspiração para nova vitória.

A escola encerrou a segunda noite de desfiles do Grupo Especial iluminando a Marquês de Sapucaí com o sol de Macapá (AP). Em sete setores, a escola mostrou, entre outros temas, a cultura e riqueza da fauna, flora até a chegada dos navegantes e a presença dos índios.

A comissão de frente e o abre-alas fizeram referência à beleza do fenômeno solar. Atores ocuparam uma das alas para encenar o brilho do fogo.

A alegoria também mostrou palmeiras. Outras alas mostraram diversas formas de produtos e de civilizações --inclusive perdidas-- que se valeram da cerâmica e argila. O abre-alas retratou peças gigantes de cerâmica, que representaram as civilizações perdidas.

Setores da escola também representaram a necrópole fenícia, a mistura de índios e fenícios, a crença solar dos escribas fenícios, a expedição pelas matas à procura de tesouros e o tesouro --simbolizado pelo figurino da bateria, uma interpretação das minas fenícias ao estilo das do rei Salomão. As minas de ouro e uma cidade inteira feita com o metal serviram de inspiração para um dos carros alegóricos.

Alas seguintes representaram a ganância de piratas espanhóis, holandeses, ingleses e franceses, no ímpeto de busca aos tesouros da terra. A Beija-Flor mostrou ainda a influência portuguesa, a representação de povos que formaram o local e a grande fortaleza de Macapá, também conhecida como Fortaleza de São José de Macapá.

3 comentários:

samia disse...

Oi...Sol...
adorei... su blog..
Pena que vc não falou das escolas que subiram...do tipo a minha IMPÉRIO SERRANO..
BEIJOKAS

samia disse...

Oi...Sol...
adorei... su blog..
Pena que vc não falou das escolas que subiram...do tipo a minha IMPÉRIO SERRANO..
BEIJOKAS

Júlio Oliveira disse...

e ai Sol entra no meu blog
jcoliveira82brasil.blogspot.com

um abraço julio

_________________________________________________________